– – – –

“Que tudo que venho escrever não seja em vão. Não se esvazie em meio ao não.

Não viaje pra perto, que voe para longe.

Que flua sobre os céus e a terra…que não fique somente no papel, que saia dele e pecorra mentes e corações.

Que tudo que venho escrever seja recado do coração, e não palavras que se apagam no ar.

Os meus rabiscos já fazem efeito borboleta.

Não se findam.

Não se concluem.

Que tudo que venho à escrever não julgue o meu próximo ou o deixe desmotivado.

Que tudo que venho à escrever seja para desabado do meu coração, pensamentos momentâneos, e levesa de minha alma”.

LA*

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: